Calendário da WSL promete muitas novidades para 2019

Atleta Gabriel Medina no campeonato de 2018. Foto: Kelly Cestari

Atleta Gabriel Medina no campeonato de 2018. Foto: Kelly Cestari

Em setembro do ano passado a WSL lançou seu novo calendário para o Campeonato de 2019. Levando o grupo de elite de surfistas masculinos e femininos a alguns dos locais mais exóticos do planeta. Considerada como a maior referência e prova do melhor surf do mundo desde 1976 a WSL Championship Tour é a casa do melhor surf do mundo, como diz Sophie Goldschmidt, CEO da WSL.

O circuito este ano terá 11 etapas para os homens e 10 para as mulheres. E, pela primeira vez na história do surfe, o CT concederá prêmios iguais para ambos os gêneros. Muitas novidades surgiram para 2019 sendo a maior delas a mudança do início de temporada de março para abril, com intenção oferecer aos atletas um período maior para que se recuperem e continuem a ultrapassar os limites do surfe de alta performance, criando também um calendário de mais fácil acompanhamento para os fãs.

ED SLOANE 4.jpg

Início da temporada é adiado

Visando alta performance dos atletas , campeonatos é alterado para Abril.

Atleta Julian Wilson Foto: Ed Sloane

Como resultado, a Indonésia se prepara para receber os surfistas de elite, mas apenas com um único evento. O Bali Pro segue a competição de Bells Beach. A etapa brasileira continua na agenda da WSL, assim como o Surf Ranch Pro, um evento realizado na piscina de ondas de Lemoore. As datas para o Pipe Masters permanecem inalteradas. O cronograma feminino do Championship Tour terá duas grandes surpresas. As transições do US Open of Surfing de um evento da Qualifying Series (QS) para um evento da elite e o MEO Pro Peniche aberto para melhores atletas do mundo.

SEAN ROWLAND6.jpg

Brazilian Storm vem com tudo

Este ano a WLS conta com a dominação brasileira entre os melhores colocados.

Atleta Filipe Toledo Foto: Sean Rowland

Curiosamente, a Rip Curl e a Billabong serão as únicas empresas de surf globais a patrocinar eventos - o Rip Curl Pro Bells Beach e o Billabong Pipe Masters. O Quiksilver não é mais listado como principal patrocinador do concurso francês.

E não podemos esquecer é claro do Brazilian Storm. Este ano o evento da WSL vai contar com um número jamais vistos de surfistas brasileiros. Estando na liderança deles Gabriel Medina, duas vezes campeão; não muito atrás dele contamos com grandes nomes como: Filipe Toledo, Ítalo Ferreira, Michael Rodrigues, Adriano de Souza, Yago Dora entre muitos outros.

Kelly Cestari e John John Florence

Kelly Cestari e John John Florence

Calendário dos Torneios Masculinos de 2019 *

-Gold Coast Men's Pro: de 3 a 13 de abril de 2019

-Rip Curl Pro Bells Beach: 17 a 27 de abril de 2019

-Bali Men's Pro: 13 a 24 de maio de 2019

-Margaret River Pro: 27 de maio a 7 de junho de 2019

-Oi Rio Pro: 20 a 28 de junho de 2019

-J-Bay Open: 9 a 22 de julho de 2019

-Tahiti Pro Teahupo'o: 21 de agosto a 1 de setembro de 2019

-Surf Ranch Pro: 19 a 22 de setembro de 2019

-France Men's Pro: 3 de outubro - 13, 2019

-Meo Pro Peniche: 16 a 28 de outubro de 2019

-Billabong Pipe Masters: 8 a 20 de dezembro de 2019

 

Calendário da turnê do Campeonato Feminino de 2019 *

-Gold Coast Women's Pro: de 3 a 13 de abril de 2019

-Rip Curl Pro Bells Beach: 17 a 27 de abril de 2019

-Bali Women's Pro: 13 a 24 de maio de 2019

-Margaret River Pro: 27 de maio a 7 de junho de 2019

-Oi Rio Pro: 20 a 28 de junho de 2019

-J-Bay Open: 9 a 22 de julho de 2019

-Surf Ranch Pro: 19 a 22 de setembro de 2019

-France Women's Pro: 3 a 13 de outubro de 2019

-Meo Pro Peniche: 16 a 28 de outubro 2019

-Hawaii Women's Pro: de 25 de novembro a 7 de dezembro de 2019

* Todos os eventos estão sujeitos a alterações.

DESTAQUES

@BEVERMOGEN