EUGENIE BOUCHARD, FIM PRECOCE?

Eugenie Bouchard Sports Illustrated Swimsuit Issue 2018 (2).jpg
genie illustrated.jpg

A Tenista canadense acumulou uma fortuna antes dos 20 anos de idade. Em 2015 fez semifinal de Wimbledon e despontava como a nova sensação do tênis feminino, assim como já foram as irmãs Williams, Martina Hings, Ana Kournikova... Sendo esse último nome uma tenista modesta nas quadras, mas muito forte no mercado publicitário. 

Seria Genie a nova Kournikova? Dentre tantas questões que envolvem o desempenho da atleta, os contratos multimilionários que ela assinou com Nike, Colgate e outros produtos fez o mercado do tênis se rebelar e mostrar as caras. Mas seria o mercado publicitário acabando com o desempenho ou as críticas fortes em cima da tenista? São dois lados da moeda que se, pesados na balança, tem igualdade. 

Genie sem todo o burburinho em torno do seu nome com certeza estaria mais focada no seu desempenho, que claramente em algum momento chamaria atenção pelo pacote completo de talento, beleza e a procura por uma nova modelo no esporte. Mas se tivesse a técnica modesta, não chamasse atenção pelo desempenho, naturalmente em algum momento chamaria a atenção pela beleza, que é inegável, e assim estaríamos todos andando em círculos com nossas opiniões.

 

O que Bouchard faz dentro e fora das quadras é trabalho duro, pra uns: muito mais fora do que dentro. Pra outros, dentro e fora. Pra pouquíssimos: em ambos os setores com mesma determinação.

Ainda muito jovem, 21, Eugenie Bouchard deixa a interrogação em nossas cabeças, acumulando resultados modestos e não passando de terceira rodada em nenhum torneio WTA no último ano. Nos resta aguardar!

Finson Gallarnews, tennis, genie